W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Maranhão

2.6 km (1.6 miles) SW of Nazaré, Maranhão, Brazil
Approx. altitude: 218 m (715 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 6°N 134°E

Accuracy: 5 m (16 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visão oeste - west view #3: Visão norte - north view #4: Visão leste - east view #5: Visão sul - south view #6: GPS #7: Condições da estrada - conditions of road #8: A rodovia MA-006 alterna trechos asfaltados e trechos de terra - MA-006 road alternates asphalted legs and dirt legs

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  6°S 46°W  

#1: Visão geral - general view

(visited by José Eduardo Guimarães Medeiros, João Vítor Rodrigues Alves Medeiros and Simone Rodrigues Alves Medeiros)

English

09-Jul-2016 -- Nas férias de julho de 2016, resolvemos fazer uma viagem de carro para Fortaleza, com o intuito de visitar os amigos que fizemos na cidade e relembrar a época em que moramos lá. Partimos de Marabá no sábado, 9 de julho, bem cedo, por volta das 6 horas da manhã, ainda antes do amanhecer, e iniciamos nossa longa viagem de dois dias até a capital cearense.

Seguindo sempre pela BR-230, atravessamos a divisa entre os estados do Pará e do Tocantins, marcada pelo rio Araguaia, e entre os estados do Tocantins e do Maranhão, marcada pelo rio Tocantins. Pegamos então um pequeno trecho da BR-010 e depois a BR-226. Quando chegamos à cidade de Grajaú ainda não era meio-dia. Nesta cidade iniciaria nosso pequeno desvio feito com o intuito de visitar a confluência 6S 46W.

Pegamos a rodovia MA-006 e seguimos por 22 quilômetros. Esta rodovia alterna várias vezes trechos asfaltados e ainda não asfaltados. Aparentemente, a empresa contratada para asfaltar a rodovia iniciou várias frentes de trabalho, mas, por algum motivo, não concluiu nenhum deles.

Após o trecho pela rodovia, pegamos uma estrada de terra à esquerda, que estava em condições muito ruins em alguns trechos, com muito barro, e tivemos bastante dificuldade para passar, sempre temendo o risco de ficar atolado. Seguimos por sete quilômetros nesta estrada até pararmos o carro na confluência, que se localiza exatamente sobre a estrada. Descemos do carro e registramos a visita.

Esta é a quarta vez que eu visito uma confluência localizada exatamente sobre uma estrada de terra. As outras três foram a 25S 49W, no Paraná, a 21S 52W, no Mato Grosso do Sul, e a 8S 37W, na Paraíba. Em uma delas, a do Mato Grosso do Sul, a estrada de terra estava bloqueada por uma porteira trancada a cadeado, e eu só consegui chegar até a confluência caminhado. Nas outras três, eu praticamente parei o carro em cima da confluência.

Após a visita, fizemos todo o caminho de volta até Grajaú, onde paramos para almoçar. Após o almoço, seguimos viagem por mais um longo trecho da BR-226. Já no final da tarde, pegamos um trecho de 25 quilômetros em estrada de terra, e finalmente, já de noite, mais 40 quilômetros até chegar em Caxias, onde passamos a noite. Viajamos neste dia por 905 quilômetros, a maior quilometragem dentre todos os dias de viagem.

No dia seguinte, domingo, já prevendo uma distância bem menor a percorrer e sem nenhuma nova confluência a ser visitada, iniciamos a viagem um pouco mais tarde, por volta das 7h30min. Pegamos a BR-343, atravessamos a divisa entre os estados do Maranhão e do Piauí, passamos por Teresina, e, por volta do meio-dia, chegamos à cidade de Tianguá, após nova divisa interestadual, desta vez entre o Piauí e o Ceará. Paramos em Tianguá para tomar um lanche, em substituição ao almoço.

Após o lanche, iniciamos o trecho final de nossa viagem, agora pela BR-222. Após passarmos por Sobral, fiquei receoso com relação às condições da rodovia, já que, quando passamos por esta rodovia entre Sobral e Fortaleza por ocasião da visita à confluência 4S 40W, conforme relatei na narrativa daquela visita, a rodovia estava em péssimas condições.

Desta vez, porém, passados quase quatro anos, a rodovia já foi recuperada e está em condições excelentes. Em termos gerais, com exceção do trecho no estado do Pará (e também do trecho de 25 quilômetros não asfaltado no Maranhão), todas as rodovias que nós pegamos para ir de Marabá até Fortaleza estavam em excelentes condições.

Pegamos um trânsito pesado nos quilômetros finais, o que nos atrasou um pouco, e chegamos a Fortaleza por volta das 17h 30min, após percorrermos um total de 1.585 quilômetros nos dois dias de viagem.

Passamos seis dias descansando em Fortaleza. Como tínhamos duas novas confluências programadas para a viagem de volta, a história não termina aqui. Esta narrativa continua na visita à confluência 4S 41W.

English

09-Jul-2016 -- During the vacations of July 2016, we decided to make a car trip to Fortaleza city, aiming to visit the friends that we made in the city and to remember the period in that we lived there. We left Marabá city Saturday, 9 July, very early, about 6:00, before the sunrise, and started our long trip, two-days long, up to the capital of Ceará state.

Heading always by BR-230 highway, we crossed the Pará–Tocantins state line, marked by Araguaia River, and the Tocantins–Maranhão state line, marked by Tocantins River. We caught a little leg of BR-010 highway and then the BR-226 highway. When we arrived at Grajaú city, it was before noon. In this city our little detour to visit the 6S 46W confluence would start.

We caught MA-006 road and headed by 22 kilometers. This road alternates several times asphalted legs and dirt legs. Apparently, the enterprise in charge of asphalting the road started several work fronts, but, for some reason, didn’t conclude any of them.

After the leg in the MA-006 road, we turned left and caught other road, which was in very poor condition in some areas, with a lot of mud, and we had a lot of hardness to go ahead, always fearing get bogged. We headed by seven kilometers by this road up to stop the car on the confluence, which lies exactly over the road. We left the car and registered the visit.

This is the fourth time that I visit a confluence located exactly over a dirt road. The other three was 25S 49W, in Paraná state, the 21S 52W, in Mato Grosso do Sul state, and 8S 37W, in Paraíba state. In one of them, the confluence of Mato Grosso do Sul, the dirt road was blocked by a locked gate and I only could go up to the confluence walking. In the other three, I practically stopped the car over the confluence.

After the visit, we made all the way back to Grajaú city, where we stopped to have lunch. After the lunch, we headed by other long leg of BR-226 highway. At late afternoon, we caught a leg in dirt road, 25 kilometers long. Finally, already dark, more 40 kilometers up to Caxias city, where we spent the night. We travelled in this day by 905 kilometers, the longest distance of all days of trip.

In the following day, Sunday, already previewing a much smaller distance to win and without any confluence to visit, we started the trip a bit later, about 7:30. We caught BR-343 highway, crossed the Maranhão–Piauí state line, passed by Teresina city, capital of Piauí state and, about noon, we arrived at Tianguá city, after crossing other state line, between Piauí and Ceará states. We stopped at Tianguá to have a snack, replacing the lunch.

After the snack, we started the final leg of the trip, by now by BR-222 highway. After we passed by Sobral city, I was afraid about the condition of the highway, because, when we passed by this highway between Sobral and Fortaleza when visiting the confluence 4S 40W, as related in the confluence narrative, the highway was in very poor condition.

In this time, however, after almost four years, the highway was already fixed and is in excellent condition. Overall, excepting the leg in Pará state (and also the 25 kilometers long leg in dirt road in Maranhão state), all highways that we caught between Marabá and Fortaleza were in excellent condition.

We caught a heavy traffic in the final kilometers, delaying a bit our trip, and we arrived at Fortaleza about 17:30, after travelling by 1,585 kilometers in the two days of trip.

We passed six days resting in Fortaleza. As we had two new programmed confluences to the back trip, the story didn’t end here. This narrative continues on 4S 41W confluence.


 All pictures
#1: Visão geral - general view
#2: Visão oeste - west view
#3: Visão norte - north view
#4: Visão leste - east view
#5: Visão sul - south view
#6: GPS
#7: Condições da estrada - conditions of road
#8: A rodovia MA-006 alterna trechos asfaltados e trechos de terra - MA-006 road alternates asphalted legs and dirt legs
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)