W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Argentina : El Chubut

26.3 km (16.3 miles) S of Puerto Madryn, Chubut, Argentina
Approx. altitude: 36 m (118 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 43°N 115°E

Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: North view #3: East view #4: South view. #5: Close to the CP (2 km NW) #6: The GPS on the spot #7: Eduardo, Setsuko and Giulia in the CP

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  43°S 65°W (visit #3)  

#1: General view

(visited by Eduardo Hanazaki, Setsuko Hanazaki and Giulia De Vizia)

English

01-Jan-2007 -- Confluência S 43° - W 65° a 25km de Puerto Madryn, no dia do Ano Novo em 2007
Aproveitando a estadia em Puerto Madryn, cidade que serve de apoio para os visitantes da Península Valdés, na Província de Chubut, Patagônia Argentina, resolvemos visitar a confluência S 43° – W 65°, a 25 km dali.

Saímos de Puerto Madryn pela Ruta 1, em direção a Trelew. A estrada é larga, de rípio, bem conservada. Os ventos patagônicos estavam muito fortes, o céu azul e o sol, ardente. Ali, temos que ter o cuidado de usar protetor solar porque o vento fresco abranda a sensação de calor na pele. A temperatura marcava 26° C por causa do vento mas em dias de calmaria, durante o verão, a temperatura chega a atingir 40° C.

Além do rastro de pó branco que o jipe deixava para trás, o vento levantava, de vez em quando, uma cortina de poeira que prejudicava a visibilidade. Na Patagônia, é necessário ter o cuidado de parar o veículo contra o vento e abaixar o vidro pra poder abrir a porta. Uma distração e o vento, vindo por trás, pode arrancá-la.

A estrada segue por uma planície árida e a vegetação das estepes é baixa, cheia de espinhos e ressecada. Há moitas belíssimas de flores que tem as folhas e as pétalas também espinhentas. Essa vegetação, por armazenar água, serve de alimento aos animais que ali vivem. Há carneiros, guanacos, emas e alguns pássaros.

Tentamos chegar à confluência ziguezague ando de jipe entre os arbustos maiores de espinheiros pois ainda faltavam 1500m fora da estrada e os ventos estavam muito fortes, dificultando a caminhada. Tivemos o cuidado de marcar a trilha no GPS. Sem a ajuda do aparelho fica difícil achar o caminho de volta. Para todo lado que se olhe, a paisagem é imutável. Quando faltavam 500m para atingir a confluência, o jipe teve um pneu rasgado por um toco. Seguimos o restante do trajeto a pé, desviando das moitas e afastando os galhos maiores espinhentos com as mãos. Tentamos fotografar algumas ovelhas e guanacos, mas eles logo sumiam no meio da vegetação.

Chegamos ao ponto, fotografamos e retornamos ao jipe onde o pneu rasgado esperava para ser trocado. Em nosso kit de sobrevivência havia algumas maçãs, bolachas e água que, naquela situação, estavam deliciosos. Visitar essa confluência, a primeira na Argentina, foi a nossa comemoração de Ano Novo.

A marca de pedras no local da confluência deixada pelos visitantes anteriores, não mais existia. As pedras devem ter sido dispersadas pelo vento ou pelas ovelhas.

English

01-Jan-2007 -- Taking advantage of our stay at Puerto Madryn we decided to visit S43W65. Just 25 km away.

We left Puerto Madryn on Route 1 in direction to Trelew. A dirt road in good condition. The Patagonia winds where strong, the sky blue and the sun hot. We had to use sunscreen since the wind makes you feel fresh.
When at Patagonia you must lower the window before opening the door, if not a wind gust might tear it off.

The road crossed arid plains with thorny bushes. Many beautiful flowers have thorns on their leaves and petals. These plants keep water and are then eaten by animals.

We tried to get to our objective doing zigzags on our jeep avoiding larger bushes up o 1500 meters. The winds where strong and made walking difficult. We where careful to keep a track on the GPS since it is hard to find the way back. Scenery is similar all around. We got within 500 meters when a tire got damaged. We walked from there

We reached the point, took photos and returned to the jeep where a flat tire was waiting to be changed. Visiting this confluence, our first one in Argentina, was our commemoration of new year.
The stones left by a previous visitors where not there anymore.


 All pictures
#1: General view
#2: North view
#3: East view
#4: South view.
#5: Close to the CP (2 km NW)
#6: The GPS on the spot
#7: Eduardo, Setsuko and Giulia in the CP
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)