W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Pernambuco

6.6 km (4.1 miles) NW of Tiririca, Pernambuco, Brazil
Approx. altitude: 621 m (2037 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 9°N 142°E

Accuracy: 20 m (65 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Vista do Norte. View to north #3: Vista do Sul. View to south #4: Vista do Leste. View to east #5: Vista do Oeste. View to west #6: GPS #7: Equipe com nativos, Team with local guys #8: Equipe a 3km. Team at 3km #9: Hora da partida. Departure time #10: Ten Silimar e Sgt Gleidson. Lt Silimar and Sgt Gleidson #11: Sd Valclesio e Sgt Gleidsom. GI Valclesio and Sgt Gleidsom

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  9°S 38°W  

#1: Vista do Ponto. CP view

(visited by 40 BATALHÃO DE INFANTARIA EXERCITO BRASILEIRO and 40º Batalhao de Infantaria Exército Brasileiro)

English

20-Jan-2010 --

Após ter tomado conhecimento da existência do projeto, através do 1º Ten/R2 FILIPE PEREIRA CHAVES, e de saber que no estado do Pernambuco das nove confluências existentes, ainda restava uma a ser visitada, confluência 9°S 38°W, a última do estado, o Coronel ERASMO DE ALBUQUERQUE SOUZA FILHO, Comandante do 40° BATALHÃO DE INFANTARIA do EXÉRCITO BRASILEIRO, sediado em Crateús – CE, resolveu delegar a missão de encontrar a última confluência de Pernambuco (9°S 38°W), denominada “OPERAÇÂO CONFLUÊNCIA”.

No dia 19 de Janeiro de 2010, às 09h30min, eu, 2° Tenente SILIMAR COSTA DA SILVA, acompanhado do 3° Sargento GLEIDSON, Soldado VALCLESIO e Soldado RODRIGUES, partimos em direção ao Estado do Pernambuco.

Percorrendo 810 km, no seguinte intinerário: Crateús – Novo Oriente – Tauá – Fronteiras – Marcolândia – Arararipina – Ouricuri – Salgueiro – Floresta, chegamos por volta das 20h00min em Petrolândia – PE, aproximadamente 10 horas de deslocamento motorizado, Pernoitamos no Hotel Sheik em Petrolândia e ao amanhecer iniciamos os preparativos para partida, coletamos algumas informações com populares a partida da cidade em que estávamos em direção ao ponto foi 20 de Janeiro às 08h00min de 2010.

Seguindo o planejamento inicial, pegamos a BR110 que liga, Petrolândia-Ibimirim, no KM - 26 entramos, percorrendo uma estreita estrada carroçal, navegando com o GPS, cerca de 17 km do ponto. Não foi encontrado acesso visível pelas imagens de satélite que ligava a BR 110 até próximo ao ponto, quanto mais avançávamos no terreno a cesso motorizado se tornava dificultoso, e o GPS marcava 14 km do ponto em linha reta, sem condições de seguir no deslocamento a pé, pelo fato de que a mata de caatinga era de difícil progressão.

Pegando alguns acessos, já por volta das 10h 30 min da manhã, conseguimos chegar a uma pequena fazenda, fomos recebidos pelo Sr Edílson, que nos deu algumas informações da região e nos levou até a casa de seu pai o Sr João Sidrão, um senhor bem idoso que conhecia bem todos os povoados e acessos ao local. Ele nos indicou que fôssemos pela estrada que ligava a cidade de Inajá, passando pelos povoados de Agrovila XII, Craibera e Tiririca.

Seguindo as recomendações, exatamente ás 1100 h, entramos no povoado, Agrovila XII, navegando com o GPS, que marcava cerca de 11 km do ponto, pegamos algumas informações e continuamos na estrada, pegamos uma estrada arenosa sem pavimentação de piçarra, seguimos por ela até uma pequena porteira a 3 km do ponto, logo em seguida mais outra porteira a 2 km do ponto, as 11h40min, chegamos numa pequena fazenda aparentemente abandonada por nome Ibuzeirão, propriedade do Sr Sivirino, onde deixamos a viatura, nesse ponto acabava a estrada, foi a menor distância do ponto que podíamos chegar motorizado, a cerca de 1820 metros marcava o GPS em linha reta.

Azimutamos o ponto e o local da viatura (Az 263° viatura – Az 103° ponto) preparamos o material e partimos às 1200h, na direção da confluência, navegando com GPS e bússola. A caatinga era fechada o deslocamento foi bem lento, devido à densidade da vegetação, nos revesávamos com facões e foice para cortar a vegetação e avançar, pois o terreno era quase impraticável para uma equipe só de três pessoas avançarem e a todo o momento dava perda de satélite no GPS, e isso atrasava ainda mais o avanço da equipe. Chegamos ao local exato da confluência, as 15:00 horas.

Ação no objetivo:

Ocupamos em 20 de janeiro de 2010, às 15h00min, iniciamos a preparação para a retirada de fotos do local e ficamos em condições de retrair para o local de apoio onde deixamos a viatura com um elemento da equipe. Houve certa dificuldade para zerar o GPS no local, devido à vegetação, abrimos uma clareira para que o GPS captasse melhor o sinal de satélite, num certo momento surgiram várias abelhas no local e isso dificultou um pouco a ação da equipe.

Tiramos as fotos do local e retraímos para a viatura, onde chegamos por volta das 16h40min, iniciamos assim o retraimento motorizado, depois de 10 km chegamos a Agrovila XII, por volta das 18h20min, chegamos a Petrolândia, no dia seguinte ás 21 de janeiro de 2010 às 07h00min, iniciamos o deslocamento de volta para Crateús-Ce, chegamos ao 40° Batalhão de Infantaria por volta das 10h00min.

English

20-Jan-2009 --

Having noted the existence of the project through the 1st Lt/R2 FILIPE CHAVES PEREIRA, and knowing that the state of Pernambuco confluences of nine existing only one was left to be visited confluence 9 ° S 38 ° W, Colonel ALBUQUERQUE ERASMO DE SOUZA FILHO, Commander of 40th Infantry Battalion of Brazilian Army based in Crateús - EC decided to delegate the task of finding the last confluence of Pernambuco (9 °S 38 °W), called "Operation CONFLUENCE.

On 19 January 2010, at 09:30, I, 2nd Lieutenant SILIMAR COSTA DA SILVA, accompanied by 3 Sergeant GLEIDSON, and Soldiers VALCLESIO and RODRIGUES, we started towards the state of Pernambuco.

Traveling 810 km, the following itinerary: Crateús - New Oriental - Taua - Borders - Marcolândia - Arararipina - Ouricuri - Salgueiro - Forest, arrived around 20:00 in Petrolândia - PE, about 10 hours offset vehicle, spent the night in the Hotel on Sheik Petrolândia at dawn and began preparations for departure, collect some information from local people and set up departure toward the point at 08:00 January 20, 2010.

Following the initial planning, we take the BR110 that connects Petrolândia-Ibimirim in KM - 26 entered through a narrow road, navigating with GPS, about 17 km from the point. We found no visible access by satellite imagery that linked the BR 110 to the next point, the more we advanced in the field on vehicles it became more difficult, and GPS marked 14 km from the point straight, unable to move by walking due to the fact that the forest was difficult.

Exploring some access, at around 10 h 30 min in the morning, we reached a small farm where we were greeted by Mr. Edilson, who gave us some information on the region and took us to the house of his father Mr John SidRaido, a very old man who knew all the villages and access to the site. He told us that we were on the road linking the city of Inajá, passing through the villages of Agrovila XII, Craibera and Tiririca.

Following the recommendations, at exactly 1100 hours, we entered the village, Agrovila XII, navigating with GPS, marking about 11 km from the point. We took some information and continue on the road, take a sandy road without paving gravel, and found a small gate 3 km from the point, soon after yet another gate 2 km from the point. At 11:40, we arrived to a small farm named Ibuzeirão apparently abandoned, owned by Mr Sivirino, where we leave the car. This point was over the road and was the shortest distance from the confluence that we could reach by a vehicle; about 1820 meters marked the GPS straight.

We marked to point where we were leaving the vehicle on the GPS, prepare the material and set off at 1200h, towards the confluence, navigating with GPS and compass. The savanna was closed and the movement was slow, due to the density of vegetation, so with machetes and sickle we cut the vegetation and move on because the area was almost impossible for a team of only three people to move on and every time the GPS lost satellite signal, making further delayed the progress of the team. We arrived at the exact location of the confluence, at 15:00 hours.

Action on goal:

We took on 20 January 2010, at 15:00, we took photos of the place and started the preparation to return where we left the car with a member of the team. There was some difficulty in resetting the GPS in place, due to vegetation, open a clearing for the GPS to better capture the satellite signal, at one point there were several bees on site and this made a little difficult team action.

We took the photos of the site and pull back to the car, where we arrived around 16:40, so we started our return on the vehicle. After 10 km we reached Agrovila XII, around 18:20, we arrived at Petrolândia, the next day 21 January 2010, at 07:00, started the shift back to Crateús-Ce, we reached the 40th Infantry Battalion at around 10:00.


 All pictures
#1: Vista do Ponto. CP view
#2: Vista do Norte. View to north
#3: Vista do Sul. View to south
#4: Vista do Leste. View to east
#5: Vista do Oeste. View to west
#6: GPS
#7: Equipe com nativos, Team with local guys
#8: Equipe a 3km. Team at 3km
#9: Hora da partida. Departure time
#10: Ten Silimar e Sgt Gleidson. Lt Silimar and Sgt Gleidson
#11: Sd Valclesio e Sgt Gleidsom. GI Valclesio and Sgt Gleidsom
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)