W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Cuba

3.9 km (2.4 miles) WNW of Las Maravillas, Matanzas, Cuba
Approx. altitude: 6 m (19 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 23°S 99°E

Accuracy: 2.8 km (1.8 mi)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: #2 - South #3: #3 - East - Odilson e Waldo #4: #4 - West - Waldo e Manoel #5: #5 - GPS #6: #6 - Manoel Ñico Caruca Odilson

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  23°N 81°W (visit #1) (incomplete) 

#1: #1 - North

(visited by Manoel Vieira Júnior and Odilson Salerno)

Español
English

25-Mai-2005 -- Estávamos de férias em Cuba e como a confluência mais próxima de Havana já foi visitada, aproveitamos os dias que estávamos no Hotel Iberostar Bella Costa na península de Varadero resolvemos tentar a inédita mais próxima. Não estávamos muito preparados, pois não tínhamos indicações geográficas e um mapa rodoviário, sempre desejáveis quando se vai em busca de uma confluência inédita. Demos sorte em encontrar no hotel o taxista Sr. Waldo que, em função da distância e direção que eram indicadas pelo GPS, estimou que a confluência estaria após a cidade de Cardenas, onde ele mora. Saímos às 11:35 do hotel e após a citada cidade, seguimos a estrada em direção Leste e entramos na área rural (entrar à esquerda após o ponto 22°55'47,2" N ; 81°06'00,5" W) e às 12:44 chegamos a um impasse a 4,74 km de ponto zero.

Waldo foi muito simpático e interessado em nos ajudar a cumprir a tarefa e parou várias vezes para pedir informações à população local que indicava "terraplans" que nos levariam mais próximos.
Fizemos uma parada na casa do Sr. Ñico e Sra. Caruca, para tomarmos um café cubano de boa qualidade, bem diferente do café aguado do hotel.
O Sr. Ñico deu uma indicação do caminho para o lugarejo chamado Capitólio e após passarmos por plantações de milho e mandioca chegamos às 13:46 a uma distância de 2,84 km (22°58'34,0" N ; 80°59'24,8" W), mas não pudemos prosseguir pois estava indicando a direção de uma mata sem caminhos para quem está de chinelo e bermuda em uma área erma, em um país que não é o nosso e com dificuldade de comunicação. O custo do taxímetro tornou-se impeditivo a procura de caminhos alternativos de carro (1,00 CUC = R$ 2,96).

Na volta, Waldo nos levou à sua casa em Cardenas para vermos a recuperação que está fazendo em seu carro antigo, como a maioria da população de Cuba. Uma pena termos ficado só na tentativa, pois em Cuba esta seria a terceira visita.

Español

25-Mayo-2005 -- Estabamos de vacaciones en Cuba. La confluencia mas cercana a Havana ya habá sido visitada. Así, aprovechamos nuestros dias en el Hotel Iberostar Bella Costa en la península de Varadero para el intento de hallar la confluencia nueva más cerca.

Nosotros no estabamos listos, pues no teníamos las indicaciones geográficas ni un mapa de las carreteras, lo que és deseable cuando se busca una confluencia nueva.
Tuvimos suerte por conocer en el Hotel un taxista llamado Señor Waldo que, en función de la distancia y dirección indicados por el GPS, estimó que la confluencia se encontrava después de la ciudad de Cardenas, donde él vive.
Salimos del hotel a las 11:35 y en seguida de la referida ciudad, anduvimos por la estrada en dirección leste y entramos en el area rural ( a la sinistra después del punto 22°55'47,2" N ; 81°06'00,5" W ) y a las 12:44 llegamos a una duda a 4,74 km del punto zero.

Waldo fué muy simpático en ayudarnos a cumplir nuestra tarea y por muchas veces paró su coche para pedir informaciónes a la población del lugar que indicaba "terraplenes" que nos conducirian más cerca.

Hicimos una parada en la casa del Señor Ñico e Señora Caruca, donde bebimos un café cubano exquisito, muy diverso del aguado café del hotel.

El Señor Mico nos dió una indicación del camino, donde havia um lugar chico llamado Capitólio y después de los cultivos de maiz(ó choco) y mandioca (ó yoca) llegamos a las 13:46 a una distancia de 2,84 km ( 22°58'34,0" N ; 80°59'24,8" W ), pero no fué possible proseguir en vista de que la dirección era de una mata sin caminos para quien no estaba com traje adecuado. Era un area lejana, en un pais que no és el nuestro y con dificultad en la comunicación.

El costo del taxímetro ( 1,00 CUC = R$ 2,96 ) era impeditivo de la alternativa de buscar caminos en coche.

Cuando retornamos, Waldo nos condució hacia sua casa en Cardenas para mostrarnos la recuperación que él hacia en su coche viejo, lo mismo hace la mayor parte de la población cubana.

És lamentable que el intento no fué bien suicedido, sino habríamos hecho ( a terceira ) visita en Cuba.

English

25-May-2005 -- While our vacations in Cuba, as the nearest confluence from Havana has already been visited, we decided to use the stay in the Iberostar Bella Costa Hotel, in Varadero, to visit its nearest unvisited confluence. In fact, we had to overcome the lack of geographic indications and a road map, that are great when we are in search of a new confluence. We were lucky to know Mr. Waldo, a taxi driver that, given the indications in the GPS, told us that the confluence should be after the city of Cardenas, where he lives. We left the hotel at 11:35 AM and, after that city, we followed the road in the East direction. We went into the rural area (turned left after 22°55'47,2" N ; 81°06'00,5" W) and, at 12:44 PM we reached a deadlock at 2.95 miles from the zero mark.

Mr. Waldo was a very kind person that, eager to help us, made several pauses to ask for directions among the local inhabitants. They indicated some “terraplenes” that should bring us closer to the point.

We made a short break at Mr. Ñico and Mrs. Caruca’s house, drank a high quality cup of Cuban coffee, quite better than the watery one served in the hotel.

Mr. Ñico gave us the road indication to a place called Capitolio and, after passing by a corn and manioc harvest, we reached at 1h46 PM at a distance of 1.76miles (22°58'34,0" N ; 80°59'24,8" W) but could not proceed. The direction was pointing us along a thicket, impossible for us, foreigners dressed in slippers and knee-length shorts, in a far place of a distant country with a difficult communication. The searching for alternate roads became prohibitive, considering the taxi fare.

On the way back, Mr. Waldo drove us to his house in Cardenas, so as to show us the status of his work to restore his old car, as most the inhabitants of Cuba.

Unfortuntelly this time we got only a try. Cuba would be our third visit to a non visited confluence.


 All pictures
#1: #1 - North
#2: #2 - South
#3: #3 - East - Odilson e Waldo
#4: #4 - West - Waldo e Manoel
#5: #5 - GPS
#6: #6 - Manoel Ñico Caruca Odilson
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)