W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Bahia

7.4 km (4.6 miles) WSW of Firmino Alves, Bahia, Brazil
Approx. altitude: 361 m (1184 ft)
([?] maps: Google MapQuest OpenStreeMap ConfluenceNavigator)
Antipode: 15°N 140°E

Accuracy: 31 m (101 ft)
Quality: good

Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visão sul - south view #3: Visão oeste no final da tarde - west view at the end of afternoon #4: Visão norte e confluência 31 metros adiante - north view and confluence 31 meters ahead #5: Visão leste - east view #6: GPS #7: A estrada de terra passa a 240 metros da confluência - dirt road passes 240 meters to the confluence #8: Confluência 240 metros adiante - confluence 240 meters ahead #9: Caminhada pelo mato - hiking by the bush #10: O ponto branco da direita, no centro da foto, é o nosso carro - the right white point, at the center of the photo, is our car #11: Eu e meu filho - My son and I #12: Dois pequenos cachorros nos acompanharam na caminhada de retorno - two little dogs accompany us on the way back

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  15°S 40°W (visit #2)  

#1: Visão geral - general view

(visited by Jos√© Eduardo Guimar√£es Medeiros and João Vítor Rodrigues Alves Medeiros)

English

02-mar-2019 -- Aproveitando a localização de nossa nova casa, no norte de Minas, decidimos passar o Carnaval em Ilhéus, distante 730 quilômetros de Montes Claros. Aproveitamos a viagem para visitar duas novas confluências baianas.

Saímos de Montes Claros no sábado de Carnaval, dia 2 de março, por volta das 7h30min. Pegamos a BR-251 e atravessamos o norte de Minas até chegarmos à BR-116. Esse trecho da BR-251 foi motivo de um comentário muito negativo que fiz na narrativa da visita 16S 42W, em janeiro de 2013, quando passei por ele pela primeira vez. Naquela oportunidade, eu escrevi que a rodovia é muito estreita, com grande quantidade de serras e uma enorme quantidade de caminhões. Escrevi ainda que em trechos de subida de serra a fila de caminhões é eterna e a velocidade não passa dos 30 km/h, e que em dois momentos enfrentamos gigantescos engarrafamentos provocados por acidentes.

Eu tinha receio de que essa situação se repetisse, mas, para chegar ao nosso destino, não tínhamos outra alternativa a não ser seguir por esse mesmo caminho. Alguns colegas de trabalho me disseram que a estrada, atualmente, está bem melhor do que há seis anos. E, de fato, embora o rendimento nesse trecho ainda esteja longe de ser excelente, foi muito melhor do que naquela oportunidade. A estrada não está mais tão estreita quanto antes, nos trechos de subida de serra é possível deixar todos os caminhões para trás com facilidade e não presenciamos nenhum acidente.

Já próximo à divisa com a Bahia, paramos para almoçar. Atravessamos a divisa interestadual e, na cidade de Vitória da Conquista, viramos à direita em uma rodovia estadual e descemos um trecho muito íngreme de serra. Poucos quilômetros depois da cidade de Itororó, viramos à esquerda e iniciamos o trecho em estrada de terra, de doze quilômetros.

A estrada estava em boas condições, ainda que com muitas pedras, o que impedia que se transitasse em alta velocidade. A região é bastante povoada, com muitos sítios e fazendas. Paramos o carro próximo à entrada de um sítio e seguimos eu e meu filho por mais alguns metros, até chegarmos ao ponto em que a estrada mais se aproxima da confluência. Estávamos a 240 metros do ponto exato.

Embora estivéssemos cercados de sítios, atravessamos uma porteira e entramos no mato, esperando não sermos impedidos de prosseguir. E, de fato, ninguém nos abordou. Seguimos pelo mato até atravessarmos um riacho e, do outro lado, conseguimos chegar a 31 metros do ponto exato, que se localiza em uma área de mata muito fechada.

Nesta visita, merece destaque o fato de meu filho ter decidido me acompanhar até o ponto exato da confluência, algo que não acontecia há seis anos. A última vez foi em janeiro de 2013, na visita à confluência 7S 41W, no Piauí, quando fizemos juntos uma caminhada de 3.600 metros, considerando ida e volta. Desde então, ele não demonstrou mais interesse em me acompanhar no trecho final da visita, e só teve seu nome registrado na lista de visitantes nos casos em que a confluência é tão próxima que a visita é registrada mesmo para quem não sai de dentro do carro. Nesses seis anos, ele mudou bastante. Na foto de 2013, ele tinha oito anos. Agora, ele tem quatorze anos.

Após a visita, no caminho de volta, dois pequenos cachorros nos seguiram até próximo de onde paramos o carro. Fizemos o caminho de volta até o asfalto e seguimos viagem até Ilhéus, onde chegamos já de noite.

Esta narrativa continua na visita à confluência 15S 39W.

English

02-Mar-2019 -- Enjoying the location of our new home, at north of Minas Gerais state, we decided to spend the Carnival at Ilhéus beach city, Bahia state, 730 kilometers far from Montes Claros city. We enjoyed the trip to visit two new confluences in Bahia state.

We left Montes Claros at Saturday of Carnival, on 2 March, about 7:30. We caught BR-251 highway and crossed the north of Minas Gerais state up to arrive at BR-116 highway. This leg of BR-251 highway was a reason of a very negative comment that I made in the narrative of 16S 42W confluence visit, in January 2013, when I passed by it by the first time. In that opportunity I wrote that the highway is very narrow, with a lot of mountain climbs and a huge amount of trucks. I also wrote that in mountain climbs the truck lines are eternal and the speed isn’t more than 30 km/h, and that in two moments we faced huge traffic jams caused by accidents.

I was concerned if this situation would repeat, but, in order to arrive at our destination, where isn’t other alternative than follow by this way. Some of my coworkers said me that the highway, nowadays, is much better than six years later. And, in fact, although the average speed was much less than excellent, it was much better than in that opportunity. The highway wasn’t so narrow anymore, in mountain climbs it’s possible to overcome all trucks easily and we didn’t face any accident.

Already near the line between Minas Gerais and Bahia states, we stopped to have lunch. We crossed the interstate line and, at the city of Vitória da Conquista, we turned right at a state highway and descended a very steep region of mountain. Few kilometers after Itororó city, we turned left and started the dirt road leg, twelve kilometers long.

The road was in good condition, although with a lot of stones, which avoided me to drive speedily. The region is much occupied, with a lot of ranches and farms. We stopped the car near the entrance of a ranch and I and my son headed some more meters up to arrive at the point where the road is closest to the confluence. We were 240 meters to the exact point.

Although we were surrounded by ranches, we crossed a gate and entered in the bush, hoping not have our passing denied. And, in fact, none approached us. We headed by the bush up to cross a stream. On the other side, we went up to 31 meters to the exact point, which is located in an area of dense forest.

Is remarkable, in this visit, the fact that my son decided to accompany me up to the exact point of the confluence, for the first time in more than six years. The last time was in January 2013, in the visit to the confluence 7S 41W, in Piauí state, when we made together a 3,600 meters round trip hike. Since then, he didn’t interest to accompany me in the final leg of the confluence visit, and his name was registered in the visitors list only in cases in which the confluence is so near that the car was parked inside the 100 meters limit. Along these six years, he changed a lot. In 2013 photo, he was eight years old. Now, he is fourteen years old.

After the visit, on the way back, two small dogs followed us up to near the place where we parked the car. We made all the way back and followed our trip up to Ilhéus, where we arrived at night.

This narrative continues on 15S 39W.


 All pictures
#1: Visão geral - general view
#2: Visão sul - south view
#3: Visão oeste no final da tarde - west view at the end of afternoon
#4: Visão norte e confluência 31 metros adiante - north view and confluence 31 meters ahead
#5: Visão leste - east view
#6: GPS
#7: A estrada de terra passa a 240 metros da confluência - dirt road passes 240 meters to the confluence
#8: Confluência 240 metros adiante - confluence 240 meters ahead
#9: Caminhada pelo mato - hiking by the bush
#10: O ponto branco da direita, no centro da foto, é o nosso carro - the right white point, at the center of the photo, is our car
#11: Eu e meu filho - My son and I
#12: Dois pequenos cachorros nos acompanharam na caminhada de retorno - two little dogs accompany us on the way back
ALL: All pictures on one page