W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Goiás

14.4 km (8.9 miles) E of Índio, Goiás, Brazil
Approx. altitude: 768 m (2519 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 16°N 131°E

Accuracy: 5 m (16 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: direção sul. South view #3: direção leste. East view #4: direção oeste. West view #5: marcação da hora e local. Local time #6: posição. GPS proof #7: The hunter team

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  16°S 49°W (visit #3)  

#1: direção norte. North view

(visited by Elden Sales, Fabio Clayton Clayton, Sandro Gomes and Ricardo Machado)

English

15-Nov-2012 -- Em busca da confluência 16s 49w

Acordei meio desanimado, pois estava gripado, há uns dias atrás tinha implantado nos meus amigos Sandro, Clayton e Ricardo, a idéia de visitar a tal confluência, então não tinha como deixar de ir, o sol estava radiante, perfeito!

Planejamos somente a ida e não preocupamos com a volta, o que importava era chegar, saindo de Anápolis, Goiás, Brasil as 07h30min ao distrito de pirenopolis, Goiás, Brasil chamado "caxambu" aproximadamente 48 km de bicicleta, a estrada e de terra, mas excelente para o esporte, logo no começo deparamos com muitos eucaliptos e quase todo o percurso a simetria e muito acidentada com paisagens magníficas e algumas porteiras, mas não nos preocupamos em abrir, já que o povo e bastante humilde e receptivo, passamos dentro de alguns córregos, e continuamos firmes em direção a serra.

Próximos ao local das coordenadas existem muitas pequenas fazendas como se fossem pequenos loteamentos, e abrimos porteira por porteira pedindo informação e permissão para continuar, chegando a ultima da estradinha, avistamos um senhor aproximadamente 40 a 50 anos muito preocupado com o touro que nos espreitava abrindo a porteira próximo da sua casa falava": corre que o touro e bravo" coincidentemente o ultimo ciclista estava todo de vermelho era o Ricardo que imediatamente ligou a "turbina" que estava oculto em seu corpo após 48 km de muito suor. Não dando chance para o famigerado touro.

Senhor Vilmar o dono da fazenda, um sujeito simpático, que mora sozinha no seu pequeno paraíso ao pé da serra, ele fez questão de nos ajudar e também mostrar sua cobra de estimação, uma jiboia que adquiriu para afugentar os ratos, mas que agora se alimenta de pintos. Próximo dali a mais ou menos 100 m o ápice da nossa busca “a confluência”. Chegando ao local às 12h10min e percebi que estava um pouco diferente das fotos de 11 anos atrás quando os pioneiros chegaram e não achamos o marco deixado por eles. Com todas as fotos tiradas para comprovar nosso feito.

Obedecemos às sugestões do Sr. Vilmar para chegarmos ate caxambu, cidadela que serviria de apoio para nossa jornada. Tomamos banho em um córrego No caminho de volta e devoramos o Maximo de mangas, que podíamos, pois estávamos famintos, meu pneu estragou e tive que reduzir o ritmo, já que não podia mais encher o pneu ate sua capacidade normal, avistamos nossa cidade por volta das 18h40min. Chegando em casa as 19h00min.

English

15-Nov-2012 -- In search of the confluence 16S 49W

Woke up kind a discouraged, because it was cold, a few days ago had implanted in my friends Sandro, Clayton and Ricardo, the idea to visit this Confluence, then could not let go, the sun was radiant, perfect!

We plan to go but not care about the return, what mattered was to arrive, leaving Annapolis, Goiás, Brazil the 07:30 in Pirenopolis, Goiás, Brazil called "caxambu" approximately 48 km of cycling, road and earthy, but great for the sport, early on came across many eucalyptus trees and almost all the way the symmetry and rugged with magnificent landscapes and some gates but we did not open, since the people and quite humble and receptive, we passed within a few streams, and we remain steadfast in the direction of the objective.

Next to the location of the coordinates there are many small farms as if they were small lots, and open gate by gate asking for information and permission to continue, reaching the final of the road, we spotted a man about 40 to 50 years old very worried for us because we open a gate around their House where there is a bull and he said "run that bull is brave" coincidentally the last cyclist was all red was Ricardo who immediately called the "turbine" that was hidden in your body after 48 miles of much sweat. Not giving chance for the infamous Bull.

Mr Vilmar the owner of the farm, a friendly guy, who lives alone in his little paradise at the foot of the mountain, was keen to help us and also show his pet snake, a BOA that got to chase mice, but that now feeds on chicks. Close to 100 m or so the target of our search "the confluence". Coming to the site at 12:10 and realized that was a little different from pictures of 11 years ago when the pioneers came and do not think the landmark left by them. We took all the pictures to show our conquer.

We obey the suggestions of Mr. Vince to arrive up to Caxambu, city that would serve as support for our journey. Bathed in a stream on our way back and devoured much of sleeves, we could, because we were hungry, my tire spoiled and had to reduce the pace, since it could no longer fill the tire to its normal capacity, we saw our city around 6:40 pm Arriving home the 07:00 pm


 All pictures
#1: direção norte. North view
#2: direção sul. South view
#3: direção leste. East view
#4: direção oeste. West view
#5: marcação da hora e local. Local time
#6: posição. GPS proof
#7: The hunter team
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)