W
NW
N
N
NE
W
the Degree Confluence Project
E
SW
S
S
SE
E

Brazil : Piauí

6.7 km (4.2 miles) SSW of Várzea, Piauí, Brazil
Approx. altitude: 149 m (488 ft)
([?] maps: Google MapQuest Multimap world confnav)
Antipode: 5°N 138°E

Accuracy: 5 m (16 ft)
Click on any of the images for the full-sized picture.

#2: Visão oeste - west view #3: Visão norte - north view #4: Visão leste - east view #5: Visão sul - south view #6: GPS #7: Trilha pelo mato - track by the bush #8: Porteira no caminho - gate in the way #9: Início da caminhada - beginning of hike

  { Main | Search | Countries | Information | Member Page | Random }

  5°S 42°W (visit #3)  

#1: Visão geral - general view

(visited by José Eduardo Guimarães Medeiros)

English

16-Mar-2013 -- Mais de um ano depois, volto a fazer uma longa viagem de ônibus, com o exclusivo objetivo de visitar confluências. A última viagem que fiz foi de Poços de Caldas para Araçatuba, em fevereiro de 2012. Desta vez, fui de Fortaleza para Teresina, capital do estado do Piauí, e visitei duas novas confluências, uma no estado do Piauí e uma no estado do Maranhão.

Conforme já citei em várias ocasiões anteriores, estas viagens são uma interessante forma de dedicar um final de semana a visitar confluências relativamente distantes de casa. Eu pego um ônibus na sexta-feira à noite, após um dia inteiro de trabalho, durmo a noite toda no ônibus e chego ao local de destino no sábado de manhã. Alugo um carro e dedico o dia às visitas. Depois, no sábado à noite, eu pego o ônibus de volta, chegando em casa no domingo de manhã. Ao chegar em casa, tenho o domingo inteiro para descansar e me preparar para a semana seguinte de trabalho.

Eu já fiz seis viagens com exatamente esse formato. Comecei em agosto de 2010, quando eu ainda morava em Contagem, fazendo uma viagem para Vitória e visitando as confluências 20S 41W e 21S 41W, ambas no Espírito Santo. No mês seguinte, viagem para Janaúba e visitei as confluências 15S 43W e 16S 43W em Minas Gerais.

Em abril de 2011, já morando em Poços de Caldas, viajei para Londrina e visitei as confluências 23S 51W, 23S 50W e 22S 50W, as duas primeiras no Paraná e a terceira em São Paulo. Esta foi a única oportunidade em que eu consegui visitar três confluências, ao invés de apenas duas. Sete meses depois, viajei para Presidente Prudente e visitei as confluências 22S 52W e 21S 52W, a primeira em São Paulo e a segunda no Mato Grosso do Sul. E finalmente, três meses depois, eu viajei para Araçatuba e visitei as confluências 21S 50W e 21S 51W, ambas no estado de São Paulo.

O principal motivo para eu ter ficado mais de um ano sem realizar essas viagens de ônibus foi minha mudança para Fortaleza. Esta mudança, além de ter permitido que eu fizesse três grandes deslocamentos de carro entre o Ceará e Minas Gerais, que deram origens a várias visitas a confluências ao longo do caminho, ainda exigiu que eu dedicasse um tempo às confluências bastante próximas a Fortaleza. A necessidade de viagens longas de ônibus só surge quando as confluências próximas do local onde eu estou morando já estão esgotadas.

É possível, com base na experiência das 64 confluências que já visitei (incluindo as duas desta viagem), dividi-las em três grandes grupos: as visitas de viagens curtas (aquelas em que eu faço uma viagem especialmente para visitar confluências, e que dura apenas um dia), as visitas de viagens longas (aquelas em que eu faço uma viagem especialmente para visitar confluências, e que tem duração de mais de um dia) e as visitas oportunistas (em que eu aproveito uma viagem já programada por outro motivo e visito confluências no caminho). Enquadradas nas visitas de viagens longas estão não apenas aquelas em que eu viajei de ônibus, citadas anteriormente, mas outras em que eu viajei de carro. Com base nesse critério, temos até agora a seguinte distribuição: das 64 visitas já realizadas, 24 foram oportunistas, 23 foram em viagens longas e 17 em viagens curtas. Uma distribuição aproximadamente equilibrada entre os três tipos, e o fato de que mais de um terço das visitas terem ocorrido em viagens longas mostra que, se eu não me dispusesse a fazer essas viagens, indo em busca de confluências distantes, eu teria um saldo de confluências bem menor do que eu tenho atualmente.

Voltando à confluência atual. Peguei um ônibus na rodoviária de Fortaleza às 22h 30min da sexta-feira, 15 de março, e cheguei em Teresina por volta das 8h 30min do sábado, após percorrer 589 quilômetros. O ônibus teve um problema mecânico ainda em Fortaleza, o que atrasou a viagem em mais de uma hora.

Chegando em Teresina, tomei café, aluguei um carro e segui viagem em direção à primeira confluência do dia, a 5S 42W. Peguei a BR-343 e segui o caminho de volta para Fortaleza até um pouco depois da cidade de Campo Maior, onde peguei a rodovia PI-115 à direita em direção a Castelo do Piauí. Segui mais uns 25 quilômetros e peguei uma estrada de terra à direita, já bem perto do ponto exato. A rodovia passa a 800 metros da confluência.

Poucos metros depois de deixar o asfalto, encontrei uma porteira. Apesar de a porteira não estar trancada, preferi não seguir em frente de carro, em virtude da pequena distância, que podia ser vencida à pé sem dificuldade. Por isso, voltei e encostei o carro à beira da rodovia. Atravessei a porteira à pé, segui a estradinha por mais algum tempo e venci os 300 metros finais atravessando uma área de mato não muito alto.

Após a visita à confluência, voltei até o carro e segui o caminho de volta. Esta narrativa continua na visita à confluência 5S 43W.

English

16-Mar-2013 -- More than one year after, I make again a long trip by bus, with the exclusive goal of visit confluences. The last trip was from Poços de Caldas to Araçatuba, in February 2012. At the current time, I went from Fortaleza to Teresina, capital of Piauí state, and visited two new confluences, one in Piauí state and one in Maranhão state.

As already described in any previous occasions, this trips are an interesting manner of dedicate a week-end to visit confluences that are relatively distant from my home. I catch a bus Friday night, after an entire day of work, I sleep the entire night in the bus and I arrive at the destination on Saturday morning. I rent a car and dedicate the entire day to visit confluences. Then, at Saturday night, I catch the bus back home, arriving at Sunday morning. When arriving at home, I can spend the entire Sunday resting and preparing me to the following week of work.

I already made six trips of this kind. I started in August 2010, when I was living in Contagem city, Minas Gerais state, and made a trip to Vitória city, Espírito Santo state, visiting the 20S 41W and 21S 41W confluences, both in Espírito Santo state. In the following month, I travelled to Janaúba city, Minas Gerais state, and visited 15S 43W and 16S 43W confluences, both in Minas Gerais state.

In April 2011, already living in Poços de Caldas city, Minas Gerais state, I travelled to Londrina city, Paraná state, and visited 23S 51W, 23S 50W and 22S 50W confluences, the two firsts in Paraná state and the third in São Paulo state. This was the only opportunity in that I get to visit three confluences instead of two. Seven months later, I travelled to Presidente Prudente city, São Paulo state, and visited 22S 52W and 21S 52W confluences, the first in São Paulo state and the second in Mato Grosso do Sul state. And finally, three months later, I travelled to Araçatuba city, São Paulo state, and visited 21S 50W and 21S 51W, both in São Paulo state.

The main reason to spend more than one year without these bus trips was my change to Fortaleza city. This change allows me to do three great trips by car between Ceará and Minas Gerais states, those allows a lot of confluence visits in the way. Beside of this, I could dedicate a lot of time to visit confluences near Fortaleza city. The need of long trips by bus occurs only when all nearest confluences of home are already visited.

Its possible, from the experience of 64 visited confluences (including two visited in this trip), divide them in three great groups: visits in short trips (trips made specially to visit confluences whose spend only one day), visits in long trips (trips made specially to visit confluences whose spend more than one day) and opportunistic visits (in that I enjoy a trip already programmed for other reason and I visit confluences in the way). Inside the group of visits in long trips are not only the previous cited trips by bus, but also trips by car. According to this criterion, I have the following distribution: from 64 visited confluences, 24 are opportunistic, 23 are in long trips and 17 are in short trips. An approximately equilibrated distribution among the three types, and the fact that more than one third of visits occurred in long trips shows that, if I didn’t make this trips, searching by distant confluences, my amount of confluences would be much smaller than the current one.

Back to the current confluence. I caught a bus in Fortaleza bus station at 22:30 of Friday, 15 March, and arrived at Teresina about 8:30 of Saturday, after travelling by 589 kilometers. The bus has a mechanical problem yet inside Fortaleza city, and this fact delayed the trip in more then one hour.

Arriving at Teresina city, I made a breakfast, rented a car and headed to the first confluence of the day, the 5S 42W one. I caught BR-343 highway, heading back to Fortaleza, up to a bit after Campo Maior city, where I caught PI-115 highway at right heading to Castelo do Piauí city. I followed by about 25 kilometers and caught a dirt road at right, very close to the exact point. The highway passes 800 meters to the confluence.

Some meters after leaving the asphalt, I found a gate. Although the gate was unlocked, I preferred not to go ahead by car, due to the small distance, easily negotiable on foot. Then, I came back and stopped the car at the shoulder of the highway. I crossed the gate on foot, hiked by the small road and crossed the last 300 meters in an area of not so tall bush.

After visiting the point, I came back to the car and headed back. This narrative continues on 5S 43W visit.


 All pictures
#1: Visão geral - general view
#2: Visão oeste - west view
#3: Visão norte - north view
#4: Visão leste - east view
#5: Visão sul - south view
#6: GPS
#7: Trilha pelo mato - track by the bush
#8: Porteira no caminho - gate in the way
#9: Início da caminhada - beginning of hike
ALL: All pictures on one page (broadband access recommended)